Seguici
iBookstore
Android app on Google Play
Like Us
Un programma di
Gigantes comilões de gás
02 January 2013

Quando uma estrela nasce, no fundo de uma nuvem de gás e poeira cósmica, qualquer material que sobra forma um disco em seu torno (como os anéis de Saturno). No interior do disco, os pequenos grãos de rocha colidem e às vezes unem-se, formando objetos cada vez maiores. Esta é a forma como nascem os planetas.

Quanto mais material o planeta atrair, mais vai crescer. Mas os planetas são uns comilões muito desorganizados. À medida que os sôfregos planetas gigantes se alimentam, puxam o gás do disco em longos fluxos. É quase impossível ver os planetas a formarem-se, porque o gás e a poeira no disco escondem-nos. Mas, usando um novo telescópio gigante e poderoso, chamado ALMA, os astrónomos têm identificado esses fluxos de gás que fluem através do disco nas proximidades de uma jovem estrela! Como existe mais de um fluxo, provavelmente está a nascer um grupo destes gigantes planetários!

Facto curioso

Sabia que o nosso Sistema Solar tem quatro gigantes gasosos? Todos eles se encontram para além de Marte. São Júpiter, Saturno, Úrano e Neptuno. Júpiter é o maior; a Terra 'cabe' dentro de Júpiter, mais de 1.300 vezes!

Maggiori Informazioni

 Este Space Scoop é baseado no ESO Press Release.

Share:

Foto

Giganteschi mangiatori di gas
Giganteschi mangiatori di gas

Printer-friendly

PDF File
1004,6 KB